Diagnóstico e Tratamento da Fibromialgia

Destaque

 

O alívio da dor é possível!

Diagnóstico

No passado, os médicos verificavam 18 pontos específicos no corpo de uma pessoa para ver quantos eram dolorosos quando pressionados firmemente. Tais pontos são chamados "tender points". As diretrizes mais recentes não requerem mais a verificação dos "tender points". Em vez disso, um diagnóstico de fibromialgia pode ser feito se uma pessoa teve dor generalizada por mais de três meses - sem condição médica subjacente que poderia causar a dor.

EXAMES DE SANGUE:

Embora não existem testes de laboratório para confirmar o diagnóstico de fibromialgia, o Clínico de Dor buscará descartar outras condições que possam ter sintomas semelhantes. Dentre os diversos exames, nós solicitamos:

  • Hemograma Completo
  • VHS
  • Teste do Peptídeo Citrulinado Cíclico (usamos este exame no processo de diagnóstico de Artrite Reumatóide, complementar ao exame físico reumatológico rigoroso) - mais informações sobre este exame, clique AQUI)
  • Fator Reumatóide
  • Testes de funcionamento da tireóide

Tratamento

Em geral, os tratamentos para fibromialgia incluem medicação e autocuidado. A ênfase é minimizar os sintomas e melhorar a saúde geral. Nenhum tratamento funciona para todos os sintomas. Por isso, o tratamento individualizado e integrado com uma EQUIPE MULTIDISCIPLINAR é fundamental!

Medicamentos

Os medicamentos podem ajudar a reduzir a dor da fibromialgia e melhorar o sono. As escolhas comuns incluem:

  • Alívio da dor: os analgésicos sem receita, tais como paracetamol (ou acetominofeno), ibuprofeno ou naproxeno sódico podem ser úteis. O seu médico pode sugerir um analgésico com receita controlada como tramadol. Os narcóticos não são aconselhados, porque podem levar à dependência e podem até agravar a dor ao longo do tempo.
  • Antidepressivos: Duloxetina e milnacipran podem ajudar a aliviar a dor e a fadiga associadas à fibromialgia. O Clínico de Dor pode prescrever a amitriptilina ou a ciclobenzaprina (relaxante muscular) para ajudar a colaborar o sono.
  • Medicamentos anticonvulsivos: os medicamentos destinados a tratar a epilepsia são frequentemente úteis na redução de certos tipos de dor. A gabapentina às vezes é útil na redução dos sintomas de fibromialgia, enquanto a pregabalina foi o primeiro medicamento aprovado pela Food and Drug Administration (FDA - órgão de controle de medicamentos dos Estados Unidos) para tratar a fibromialgia.

Terapia

Uma variedade de terapias diferentes podem ajudar a reduzir o efeito que a fibromialgia tem em seu corpo e sua vida. Exemplos incluem:

  • Fisioterapia: um fisioterapeuta pode ensinar-lhe exercícios que irão melhorar a sua força, flexibilidade e resistência. Os exercícios realizados na água (hidroterapia) podem ser particularmente úteis. Mas é importantíssimo que seja em PISCINA AQUECIDA
  • Educador Físico: um instrutor experiente de educação física poderá colaborar muito com a sua atividade física regular.
  • Terapia ocupacional: um terapeuta ocupacional pode ajudá-lo a fazer ajustes em sua área de trabalho ou na forma como você executa certas tarefas que causam menos estresse em seu corpo.
  • Psicoterapia: falar com um psicólogo ou psicanalista treinado para abordar o paciente com Dor Crônica pode ajudar a fortalecer sua crença em suas habilidades e ensinar-lhe estratégias para lidar com situações estressantes.

Medicina alternativa

As terapias complementares e alternativas para o tratamento da dor e do estresse não são novas. Alguns, como a meditação e o yoga, foram praticados há milhares de anos. Mas seu uso tornou-se mais popular nos últimos anos, especialmente com pessoas com doenças crônicas, como a fibromialgia.

Vários desses tratamentos parecem aliviar com segurança o estresse e reduzir a dor, e alguns estão ganhando aceitação na medicina convencional. Mas muitas práticas permanecem sem valor porque não foram adequadamente estudadas.

  • Acupuntura: a acupuntura é um modelo médico chinês que tem como objetivo restaurar o equilíbrio normal das "forças ou energias vitais", inserindo agulhas muito finas através da pele em várias profundidades. De acordo com as teorias ocidentais da acupuntura, as agulhas causam mudanças no fluxo sanguíneo e níveis de neurotransmissores no cérebro e na medula espinhal. Alguns estudos indicam que a acupuntura ajuda a aliviar os sintomas da fibromialgia, enquanto outras não apresentam nenhum benefício.
  • Massagem terapêutica: este é um dos métodos mais antigos de cuidados de saúde ainda na prática. Envolve o uso de diferentes técnicas de manipulação para mover os músculos do seu corpo e os tecidos moles. A massagem pode reduzir sua freqüência cardíaca, relaxar os músculos, melhorar a amplitude de movimento em suas articulações e aumentar a produção dos analgésicos naturais do seu corpo. Muitas vezes ajuda a aliviar o estresse e a ansiedade.
  • Yoga e Tai-Chi Chuan: essas práticas combinam meditação, movimentos lentos, respiração profunda e relaxamento. Ambos foram considerados úteis no controle de sintomas de fibromialgia.
add
Avalie este item
(0 votos)
Ler 694 vezes Última modificação em Terça, 15 Agosto 2017 01:37
Publicado em SEMDOR
каталог фаберлик на сайте faberllena.ru
народная медицина

Deixe um comentário