Neuralgia Pós-herpética: além do esperado

Destaque

 

A dor que permanece

Como o herpes-zóster caminha por um nervo responsável pelas sensações da região onde se situa, sua inflamação pode provocar uma dor intensa chamada neuralgia exatamente no local em que a lesão apareceu.

Em crianças e jovens, a dor pode ser mais fraca ou até inexistente. O problema é quando ela acomete idosos (relativamente mais comum). Nestas ocasiões, talvez devido à incapacidade do corpo de reestabelecer o funcionamento do nervo comprometido após a infecção, uma neuralgia pode se desenvolver de forma sequelar, durando muito tempo (em torno de 3 a 4 meses). Porém, há ainda um porcentual pequeno de pessoas que manifesta dor permanente depois da crise de herpes - fato que recebe o nome de NEURALGIA PÓS-HERPÉTICA.

Em termos de tratamento, a primeira coisa a fazer para controlar a dor é dar remédios contra o herpes-zóster o mais cedo possível. A segunda é tratar as pessoas que apresentam neuralgia por tempo prolongado com medicamentos para esse tipo específico de dor causado pela inflamação do nervo. Quanto mais agressivo e adequado o tratamento, menores as chances de complicações relacionadas à persistência da dor. Para tal, o médico Clínico de Dor é especialista mais adequado para orientar o tratamento

 

add
Avalie este item
(0 votos)
Ler 531 vezes Última modificação em Sexta, 18 Agosto 2017 23:10
Publicado em SEMDOR
каталог фаберлик на сайте faberllena.ru
народная медицина

Deixe um comentário