Tratamento da Neuralgia do Trigêmeo

Destaque

 

O tratamento da Neuralgia do Trigêmeo geralmente começa com medicamentos, e algumas pessoas não precisam de nenhum tratamento adicional. No entanto, ao longo do tempo, algumas pessoas com a condição podem deixar de responder a medicamentos, ou podem sofrer efeitos colaterais desagradáveis. Para essas pessoas, injeções ou cirurgia oferecem outras opções de tratamento da doença.

Se sua condição é devida a outra causa, como a esclerose múltipla, seu Clínico de Dor tratará ou indicará outro especialista para a condição subjacente.

Medicamentos

Para tratar a Neuralgia do Trigêmeo, seu médico geralmente irá prescrever medicamentos para diminuir ou bloquear os sinais de dor enviados ao seu cérebro.

  • Anticonvulsivantes. Os médicos geralmente prescrevem carbamazepina para a Neuralgia do Trigêmeo, o qual demonstrou ser eficaz no tratamento da condição. Outros fármacos anticonvulsivantes que podem ser utilizados para tratar a Neuralgia do Trigêmeo incluem oxcarbazepina, lamotrigina e fenitoína. Outros medicamentos, incluindo clonazepam e gabapentina também podem ser usados.

    Se o anticonvulsivante que você está usando começar a perder eficácia, seu médico poderá aumentar a dose ou mudar para outro tipo. Os efeitos colaterais dos anticonvulsivantes podem incluir tonturas, confusão, sonolência e náuseas. Além disso, a carbamazepina pode desencadear uma reação grave de drogas em algumas pessoas, principalmente aquelas de descendência asiática, de modo que o teste genético pode ser recomendado antes de começar a carbamazepina (porém, este tipo de exame ainda é incomum no Brasil).

  • Relaxantes musculares. Agentes relaxantes musculares como o baclofeno podem ser usados ​​sozinhos ou em combinação com carbamazepina. Os efeitos secundários podem incluir confusão, náuseas e sonolência.
  • Injeções de Botox. Pequenos estudos mostraram que as injeções de onabotulinumtoxina A (Botox) podem reduzir a dor por Neuralgia do Trigêmeo em pessoas que não são mais manejadas por medicamentos. No entanto, é necessário fazer mais pesquisas antes que este tratamento seja amplamente utilizado para esta condição. Em nossa clínica, não utilizamos técnicas suficientemente testadas para o manejo da dor. Por isso, para esta doença, não usamos onabotulinumtoxina A.

Cirurgia

O objetivo da cirurgia de Neuralgia do Trigêmeo é impedir o vaso sanguíneo de comprimir o Nervo Trigeminal ou danificar o Nervo Trigêmeo para evitar o mau funcionamento. Danificar o nervo muitas vezes causa flacidez facial temporária ou permanente, e como quaisquer dos procedimentos cirúrgicos, a dor pode retornar meses ou anos depois.

As opções cirúrgicas para a Neuralgia do Trigêmeo incluem:

  • Descompressão microvascular. Este procedimento envolve a deslocalização ou remoção de vasos sanguíneos que estão em contato com a raiz ou gânglio do Nervo Trigêmeo. Durante a descompressão microvascular, seu médico faz uma incisão por trás da orelha ao lado da sua dor. Então, através de um pequeno buraco em seu crânio, o neurocirurgião move todas as artérias que estão em contato com o Nervo Trigêmeo para longe do nervo e coloca uma almofada entre o nervo e as artérias.

    Se uma veia estiver comprimindo o nervo, seu neurocirurgião pode removê-lo. Os médicos também podem cortar parte do nervo trigeminal (neurectomia) durante este procedimento se as artérias não estão pressionando o nervo.

    A descompressão microvascular pode eliminar com sucesso ou reduzir a dor por longo prazo, mas a dor pode voltar em algumas pessoas. A descompressão microvascular possui alguns riscos, incluindo diminuição da audição, flacidez facial, dormência facial, acidente vascular cerebral ou outras complicações. A maioria das pessoas que têm este procedimento não tem dormência facial depois.

  • Radiocirurgia "Gamma Knife". Neste procedimento, um neurocirurgião direciona uma dose concentrada de radiação para a raiz do nervo trigêmeo. Este procedimento usa radiação para danificar o nervo trigeminal e reduzir ou eliminar a dor. O alívio ocorre gradualmente e pode demorar várias semanas.

    A radiocirurgia por Gamma Knife é eficaz na eliminação da dor para a maioria das pessoas. Se a dor retornar, o procedimento pode ser repetido.

Outros procedimentos podem ser usados ​​para tratar a Neuralgia do Trigêmeo, como a rizotomia. Em uma rizotomia, seu neurocirurgião destrói as fibras nervosas, o que provoca algum "entorpecimento" facial, como flacidez muscular e perda de sensibilidade. Os tipos de rizotomia incluem:

  • Injeção de glicerol. Durante este procedimento, o neurocirurgião insere uma agulha no rosto e em uma abertura na base do crânio. Ele guia a agulha na cisterna do trigêmeo, um pequeno saco de líquido vertebral que envolve o gânglio do Nervo Trigêmeo - onde o nervo trigeminal se divide em três ramos - e parte de sua raiz. Então, o médico irá injetar uma pequena quantidade de glicerol estéril, que danifica o Nervo Trigêmeo e bloqueia os sinais de dor.

    Esse procedimento geralmente alivia a dor. No entanto, algumas pessoas têm uma recorrência posterior de dor, e muitos experimentam flacidez dos músculos da face e/ou formigamento.

  • Compressão de balão. Na compressão por balão, o seu médico insere uma agulha oca através do seu rosto e orienta-a para uma parte do seu nervo trigeminal que atravessa a base do seu crânio. Então, o neurocirurgião insere um tubo fino e flexível (cateter) com um balão na extremidade através da agulha. Seu médico infla o balão com pressão suficiente para danificar o Nervo Trigêmeo e bloquear sinais de dor.

    A compressão por balão controla com sucesso a dor na maioria das pessoas, pelo menos por um período de tempo. A maioria das pessoas submetidas a este procedimento experimentam alguma flacidez facial, e alguns experimentam fraqueza temporária ou permanente dos músculos usados ​​para mastigar, o que pode gerar grande desconforto.

  • Ablação térmica por radiofreqüência. Este procedimento destrói seletivamente as fibras nervosas associadas à dor. Enquanto você está sedado, seu cirurgião insere uma agulha oca em seu rosto e orienta-a para uma parte do Nervo Trigêmeo que atravessa uma abertura na base do crânio.

    Uma vez que a agulha esteja posicionada, seu cirurgião irá despertá-lo de sedação. Seu cirurgião inserirá um eletrodo através da agulha e enviará uma corrente elétrica suave através da ponta do eletrodo. Você será solicitado a informar quando e onde você sentirá formigamento.

    Quando seu neurocirurgião localizar a parte do nervo envolvido em sua dor, você será novamente sedado. Em seguida, o eletrodo é aquecido até danificar as fibras nervosas, criando uma área de lesão (ablação). Se sua dor não for eliminada, seu médico pode criar lesões adicionais.

    A lesão térmica por radiofrequência geralmente resulta em algum entorpecimento facial temporário após o procedimento.

add
Avalie este item
(0 votos)

Mídia

Ler 569 vezes Última modificação em Terça, 15 Agosto 2017 01:41
Publicado em SEMDOR
каталог фаберлик на сайте faberllena.ru
народная медицина

Deixe um comentário